Internacional

Morreu a mulher que aparece numa das fotos mais icónicas de sempre

A mulher que foi fotografada a abandonar o World Trade Center, coberta de pó, no dia 11 de Setembro de 2001, morreu esta segunda-feira, vítima de cancro, avançam vários jornais internacionais.

DR  

Marcy Borders, de 42 anos e mãe de dois filhos, ficou conhecida como ‘Dust Lady’ [‘Senhora do Pó], em português]. Borders atribuiu o desenvolvimento de um cancro no estômago – diagnosticado em Abril de 2014 – às partículas que inalou dentro do edifício, logo após o ataque.

“Pergunto-me: ‘Será que isto despoletou o cancro? Eu acredito que sim, porque até hoje nunca tinha tido qualquer doença. Não tenho problemas cardíacos, colesterol alto, diabetes”, disse, em Novembro, a um jornal de Nova Jérsia, EUA.

Borders estava há um mês a trabalhar no World Trade Center. O seu escritório era no 81º andar. No dia 11 de Setembro de 2001, quando o avião embateu na torre, o seu chefe disse-lhe para ficar quieta junto à secretária, mas Border, na altura com 28 anos, desobedeceu-lhe. E foi essa irreverência que lhe salvou a vida.

Depois de ter sobrevivido ao atentado, que matou 2753 pessoas, Borders lutou contra a dependência do álcool e das drogas e acabou por perder a custódia dos filhos. Deu entrada numa clínica de reabilitação e em 2011 deixou os vícios de vez. Três anos depois, foi-lhe diagnosticado o cancro, doença que a matou esta semana.