Internacional

Detetadas fugas de água contaminada em Fukushima

A operadora da central nuclear de Fukusima detetou novas fugas de água contaminada no mar devido às fortes chuvas causadas pelo tufão Etau, segundo confirmou hoje à EFE um porta-voz da central.


A proprietária, Tokyo Electric Power (TEPCO), está atualmente a analisar a magnitude do incidente, estimando, no entanto, que a água que foi parar ao Oceano Pacífico tem "baixos níveis de radioatividade", e não coloca em risco o meio ambiente.

As fugas deram-se em diques situados em torno dos tanques onde se armazena líquido altamente radioativo, depois de este ter sido usado para refrigerar os reatores, e terão ocorrido ao acumular-se uma quantidade excessiva de água nas canalizações das instalações nucleares.

Esta acumulação deu-se devido às chuvas torrenciais que se fizeram sentir devido ao tufão Etau, e que, nalgumas zonas alcançaram níveis recorde.

Esta é a sétima ocasião em que se detetaram fugas deste tipo desde o passado mês de abril.

A central ficou danificada depois do sismo e tsunami de março de 2011, num acidente nuclear considerado o mais grave da história desde de Chernobil, em 1986.

Lusa/SOL

Os comentários estão desactivados.