Internacional

Milhares de pessoas fogem desesperadas aos incêndios na Califórnia

Incêndios que se propagaram rapidamente no norte do estado norte-americano da Califórnia, destruindo centenas de casas, obrigaram milhares de pessoas a abandonarem as suas casas, anunciaram as autoridades hoje de madrugada.

Kent Porter/The Press Democrat via AP

Quatro bombeiros ficaram feridos com queimaduras de segundo grau enquanto combatiam as chamas e encontram-se hospitalizados em situação estável.

Os incêndios no condado dos lagos, cuja progressão foi acelerada por ventos fortes e temperaturas elevadas, alastraram a 10.117 hectares, precisou na rede social Twitter o porta-voz dos bombeiros, Daniel Berlant.

O incêndio nos condados de Amador e Calavera cobre uma área de mais de 30.000 hectares de floresta e zonas rurais, segundo os bombeiros. Quase 4.000 bombeiros combatem os incêndios que destruíram já 86 casas e 51 prédios.

As chamas estão a propagar-se para o oeste dos Estados Unidos, atingido este ano pela seca, e poderão ser as mais destruidoras da história.

Os bombeiros da Califórnia despenderam até agora mais de 212 milhões de dólares desde julho e 5.000 bombeiros estão ainda a trabalhar arduamente para apagar os principais incêndios.

Unidades da Guarda Nacional que ajudaram os bombeiros puderam já pôr termo a essa missão.

A Cruz Vermelha disponibilizou abrigos de emergência para as pessoas que perderam as casas, indicou Daniel Berlant.

Em todo o oeste do país, foram gastos 1,23 mil milhões de dólares e mobilizados mais de 30.000 bombeiros, de acordo com um responsável.

Lusa/SOL