Internacional

Embaixada russa provoca David Cameron

Após Jeremy Corbyn ter sido eleito o líder do Partido Trabalhista britânico, os conservadores apressaram-se a rotulá-lo como uma “ameaça à segurança nacional”. 

O próprio David Cameron usou a sua página oficial no Twitter para reagir à eleição de Corbyn. “O Partido Trabalhista é agora uma ameaça à segurança nacional, à segurança económica e à segurança familiar”, escreveu o primeiro-ministro britânico.

A embaixada russa em Londres não perdeu tempo e usou a mesma rede social para provocar Cameron.

“Imaginem as manchetes dos jornais britânicos se o Presidente russo dissesse que o maior partido da oposição era uma ameaça à segurança nacional?”, lê-se na página oficial da embaixada ano Twitter.

joana.alves@sol.pt