Vida

Adolescente fabricou relógio em casa e foi detido por ameaça de bomba

Um aluno de 14 anos do estado do Texas, EUA, foi detido na segunda-feira passada depois de ter levado para a escola um relógio que fez para a escola e o professor confundir o engenho com uma bomba, lê-se em vários meios de comunicação internacionais.

DR  


Ahmed Mohamed estava ansioso por mostrar aos seus professores o relógio que tanto trabalho lhe tinha dado a montar. Durante as aulas, o relógio apitou. Este alarme deixou o professor preocupado, temendo que estivesse uma bomba na sala. Ahmed foi expulso da aula, algemado e interrogado por cinco polícias.

O rapaz de 14 anos afirma que disse várias vezes aos professores e aos agentes da autoridade que o engenho era um relógio. O seu pai, Mohamed Elhassan Mohamed, é de origem sudanesa e teme que a detenção do filho esteja relacionada com a sua ascendência muçulmana.

“No liceu ninguém sabe o que eu consigo fazer”, explica o adolescente, que costuma reparar rádios antigos, construir robôs e dedicar-se à engenharia eletrónica como poucos rapazes da sua idade.

Ahmed foi levado para um centro de detenção juvenil, onde ficaram com as suas impressões digitais. O aluno foi entretanto suspenso do liceu que frequenta.

Entranto, houve muitas pessoas a reagir a esta notícias. Duas das mais conhecidas são Barack Obama e Mark Zuckerberg.