Internacional

Grécia: Ministério das Finanças anuncia alívio das restrições bancárias

O Ministério das Finanças grego anunciou hoje alívios das restrições bancárias em vigor no país desde junho último, incluindo uma subida do 'plafond' para pagar importações.          

A partir de agora, os bancos poderão autorizar sem mais consultas transferências para o estrangeiro no total de 5.000 euros por dia para saldar faturas de importações.

Para pagamentos superiores os importadores deverão continuar a pedir a aprovação por uma comissão do Banco da Grécia.

Até agora só se podia efetuar estes pagamentos a um ritmo semanal e não diário.

Em declarações aos meios de comunicação na semana passada, o presidente da Confederação Nacional de Comércio e Empresas da Grécia (ESEE), Vasilis Korkidis, advertiu que o controlo de capitais provocou escassez de "matérias-primas e de peças".

Korkidis também sublinhou que o controlo de capitais obrigou os importadores a reduzirem os seus encargos, provocando uma subida do preço final dos produtos comprados no estrangeiro.

O levantamento de dinheiro através das caixas automáticas (Multibanco) continua a estar restringido a 60 euros por dia ou a 420 por semana se a quantia for levantada de uma só vez.

A Grécia impôs um controlo de capitais a 29 de junho, que fez com que os bancos tivessem estado fechados durante três semanas.

O controlo de capitais, ainda que mais suavizado, continua em vigor na Grécia e o Governo espera poder levantá-lo definitivamente uma vez que se tenha procedido à recapitalização dos bancos, para a qual o terceiro resgate ao país tem previsto 25.000 milhões de euros.

Lusa/SOL