Opiniao

Seria justo se António Lobo Antunes ganhasse o Nobel da literatura

Chegámos à época de distribuição dos prémios Nobel. Mas áreas científicas, Portugal não tem hipóteses de ganhar um prémio, mas na área não-científica, na literatura, temos um escritor a quem o Nobel assentaria bem: António Lobo Antunes.

Lobo Antunes é conhecido no estrangeiro, feito que para um artista (se é que lhe posso chamar assim) português só é igualado por Maria João Pires. Os seus romances, quando saem, merecem destaque na primeira página do “Le Monde”. Tem pois uma vasta legião de seguidores no estrangeiro. Enfatizo este aspecto porque já li a crítica que Lobo Antunes não ganha o Nobel porque as suas histórias são “provincianas”: passam-se apenas em Portugal, primeiro na Angola portuguesa e agora no nosso rectângulo europeu. Mas penso que esta crítica é injusta. Os romances de Lobo Antunes narram acções e sentimentos que se podiam passar tanto em Portugal como em qualquer parte do mundo. Por isso é que ele é tão lido e admirado no estrangeiro.

Vamos esperar: talvez seja desta.