Internacional

EUA: 149 crianças resgatadas de redes de prostituição

A Agência Federal de Investigação (FBI) dos Estados Unidos resgatou a semana passada 149 crianças de diferentes redes de prostituição e deteve mais de 150 pessoas, especialmente proxenetas, que lucravam com o abuso de menores.

Segundo o FBI, a operação, denominada "Cross Country", decorreu em 135 cidades do país com o apoio das forças de segurança locais e estatais, assim como do Centro Nacional para Crianças Desaparecidas e Exploradas, uma organização criada em 1984.

A operação, que está enquadrada na Iniciativa Nacional de Inocentes Perdidos para resgatar crianças das redes de prostituição, foi a maior executada pelo FBI, desde que o projeto nasceu em 2003.

Com o objetivo de desmantelar redes de prostituição, mais de 500 agentes investigaram hotéis, casinos, áreas de descanso de camionistas e outros lugares frequentados por proxenetas, prostitutas e clientes.

Quando os menores eram encontrados, os especialistas em assistência às vítimas do FBI davam-lhes assistência psicológica e serviços básicos, nomeadamente alimentos, roupa, casa e assistência médica.

Dos 149 menores resgatados, o mais novo tinha 12 anos de idade, destacou o FBI.

Desde a criação da Iniciativa Nacional de Inocentes Perdidos, o FBI e as forças de segurança norte-americana já resgataram 4.800 menores e condenar 2.000 proxenetas, 15 dos quais condenados a prisão perpétua.

Lusa/SOL