Sociedade

24 cães apreendidos em Palmela por suspeita de maus tratos

A GNR de Palmela apreendeu hoje 24 cães numa quinta em Palmela, depois de uma denúncia sobre alegados maus tratos aos animais, com um cachorro a ser encontrado já cadáver.

Depois de uma denúncia sobre a existência de canídeos a ser alvo de maus tratos numa quinta em Vale dos Barris, concelho de Palmela, a GNR, em cumprimento do mandato de busca e apreensão, apreendeu os animais.

"Entre as raças contam-se dois Labradores, quatro Lulus da Pomerânia, cinco Canne Corso, três Sharpei, um Spitz anão e um Buldogue Francês, resgatados à responsabilidade de uma Associação Zoófila do distrito", refere a GNR em comunicado.

A GNR participou na operação com 12 militares do Núcleo de Investigação de Crimes e Contraordenações Ambientais (NICCOA) da Secção SEPNA do Comando Territorial de Setúbal, do Núcleo de Proteção Ambiental (NPA) Destacamento Territorial de Setúbal e do Posto Territorial de Palmela.

Participaram ainda quatro médicos veterinários, o médico veterinário municipal da Câmara Municipal de Palmela e o médico veterinário da Divisão de Intervenção Veterinária da Direção Geral de Alimentação e Veterinária de Lisboa e Vale do Tejo.

"Os respetivos animais foram triados atendendo às suas necessidades físicas e comportamentais de cada espécie, e entregues para assistência veterinária, sob coordenação do médico veterinário municipal da Câmara Municipal de Palmela", acrescenta.

Lusa/SOL