Desporto

Champions. Lopetegui diz que Maccabi merecia mais nos jogos que fez

O treinador Julen Lopetegui considerou hoje o Maccabi Telavive, adversário do FC Porto na terceira jornada do grupo G da Liga dos Campeões de futebol, "uma boa equipa, que merecia mais nos dois jogos que já disputou".

O técnico espanhol, que falava na conferência de imprensa de antevisão do jogo de terça-feira com a formação israelita, no Estádio do Dragão, recusou a ideia de que o Maccabi Telavive é uma equipa fácil, pelo que o FC Porto "vai ter que dar o máximo para ganhar".

"Sou realista e estou focado nas dificuldades que sabemos que vamos ter durante o jogo. O Maccabi é uma boa equipa, bem organizada e que fez coisas muito interessantes nos dois jogos que já disputou na Liga dos Campeões", disse o treinador dos 'dragões'.

A eliminação no 'play-off' de acesso à fase de grupos dos suíços do Basileia foi também recordada por Julen Lopetegui, como forma de redobrar as atenções para o encontro com o Maccabi Telavive.

"O Maccabi tem argumentos e vamos precisar de estar bem para vencer", afirmou o treinador, que não esconde o desejo de fazer um bom jogo e vencer, apelando aos adeptos para uma "ajuda extra nos momentos em que tal for necessário".

Julen Lopetegui não abriu o jogo em relação ao 'onze' a apresentar na terça-feira, sendo certa apenas a ausência do defesa-central brasileiro Maicon, e remeteu para um último teste a efetuar horas antes do início da partida com o Maccabi a eventual recuperação do outro central, o espanhol Marcano.

O treinador desvalorizou ainda o facto de o FC Porto poder atingir frente ao Maccabi a marca de 20 jogos consecutivos a vencer no Dragão, considerando que não pensa em tal, pelo que prepara o jogo da mesma forma de sempre, com o único objetivo de vencer.

O internacional holandês nascido em Portugal Martins Indi, provável candidato a ocupar uma das vagas no eixo da defesa portista, espera um jogo difícil e conta dar o seu melhor se for chamado ao 'onze' pelo treinador Julen Lopetegui.

"Já vimos vídeos e estudámos o Maccabi, que tem um bom plantel e pratica um futebol ofensivo. Sei que o Zahavi é um bom avançado, mas não posso falar de apenas um jogador. O Maccabi tem jogadores experientes e isso é importante numa competição como a Liga dos Campeões. Acredito que vai ser um jogo de grande intensidade", declarou.

Em ambiente descontraído, Martins Indi chegou mesmo a perguntar ao treinador Julen Lopetegui se iria jogar, quando questionado se iria aproveitar a oportunidade da titularidade que lhe surge face à ausência do central Maicon, ainda mais com Marcano em dúvida.

"Posso jogar em várias posições, mas não quero falar de mim. Ainda não sei se vou jogar, mas se jogar darei o meu melhor. Resta-me rezar para jogar", prosseguiu o camisola três do FC Porto, que, ainda assim, não logrou obter uma resposta de Lopetegui.

Na presente edição da Liga dos Campeões, Martins Indi foi titular e cumpriu os 90 minutos nos dois jogos já disputados pelo FC Porto: no empate frente ao Dínamo Kiev (2-2), na Ucrânia, e no triunfo sobre o Chelsea (2-1), no Estádio do Dragão.

O FC Porto recebe o Maccabi Telavive pelas 19:45 de terça-feira, no Estádio do Dragão, em encontro da terceira jornada do grupo G da Liga dos Campeões, a dirigir pelo árbitro francês Clément Turpin.

Lusa/SOL