Internacional

Avião com 224 pessoas a bordo despenha-se no Egito

Um avião russo com 224 pessoas a bordo despenhou-se hoje na península do Sinai, Egito, após descolar da localidade turística de Sharm El Sheikh, anunciou hoje o gabinete do primeiro-ministro egípcio, Ismail Sharif, em comunicado.


Segundo fontes da aviação civil do Egito, seguiam a bordo do avião 217 passageiros e sete tripulantes. De acordo com fontes da embaixada russa no Egito, todos os passageiros a bordo do avião são cidadãos russos, incluindo 17 crianças e sete membros da tripulação.

Equipas de busca encontraram destroços do avião numa área montanhosa, anunciou o primeiro-ministro egípcio, Ismail Sherif.

"Aviões militares descobriram os destroços do avião (…) numa área montanhosa, tendo sido deslocadas para o local 45 ambulâncias para resgatar mortos e feridos", informa o comunicado do gabinete do primeiro-ministro egípcio.

Segundo a agência estatal da aviação russa, o avião, um Airbus-321 da companhia de aviação russa KogalimAvia, perdeu o contacto com os radares às 7h14 quando sobrevoava a cidade de Lárnaca, 23 minutos após ter descolado do Egito.

"Desde então, não voltou a haver contacto. Desapareceu dos radares”, disseram as autoridades aeroportuárias à agência russa Interfax.

O avião, que realizava o voo 9268, descolou esta manhã da localidade egípcia de Sharm el Sheikh, um dos destinos favoritos dos turistas russos.

Aparentemente, segundo informação da agência de notícias RIA Novosti, o avião perdeu altitude abruptamente logo após a descolagem e o piloto terá pedido permissão à torre de controlo para realizar uma aterragem de emergência no Cairo.

Tinha como destino o aeroporto de Pulkovo, na cidade russa de São Petersburgo, onde deveria aterrar um pouco depois do meio-dia.

Lusa/SOL

Os comentários estão desactivados.