Vida

Estudante vai ao médico e dizem-lhe que tem 30 minutos de vida

Consegue imaginar alguém ir ao médico com uma dor de cabeça insuportável e dizerem-lhe que tem apenas 30 minutos de vida? Cena de filme? Nem por isso.

Foi o que aconteceu a Luis Ortiz, da Califórnia (EUA). Segundo o Independent, o estudante de 26 anos foi levado para o Queen of the Valley Medical Centre com “a pior dor de cabeça” da sua vida. Os médicos fizeram uma TAC e descobriram uma ténia no cérebro. Para além de lhe dizerem que poderia ter apenas 30 minutos de vida, os especialistas explicaram-lhe ainda que teria de ser submetido a uma cirurgia de urgência para remover o parasita.

Soren Singel, o neurocirurgião que operou Luis, disse que o estudante tinha tido muita sorte em ter ido ao hospital naquele momento. A ténia tinha formado um quisto, que impedia a circulação de água no cérebro. Caso esta situação se tivesse prolongado por mais tempo, teria sido fatal. Durante a intervenção, os médicos descobriram ainda uma bolsa de larvas de ténia.

Luis sobreviveu à operação e já está a recuperar, mas ainda tem um longo caminho pela frente. O procedimento afetou bastante a sua vida, nomeadamente a nível da memória - está a fazer terapia para tentar recuperar. Ainda assim, o estudante espera conseguir acabar a faculdade.

“O médico tirou-a [a ténia] e disse que ela ainda estava a mexer-se… qual é a probabilidade de ter um parasita na minha cabeça?”, questionou-se Luis. Mas Soren Singel explicou que não é assim tão fora do vulgar os seres humanos terem ténias, acrescentando que estas surgem após a ingestão de carne porco, vaca ou peixe infetados.