Economia

IKEA prevê contratar mais 3 mil pessoas em Portugal

A IKEA tem um plano de investimento para Portugal que passa pela abertura de 10 lojas na próxima década. Estes novos espaços da gigante sueca deverão empregar cerca de três mil funcionários, entre trabalhadores de loja e de produção, avança o Diário Económico.

 

Para já, está a decorrer o processo de candidaturas online para 250 lugares na nova loja, em Braga, que tem inauguração prevista para a primavera do ano que vem. As vagas para esta loja e futuramente para a de Loulé dirigem-se a áreas como designers de interiores, apoio a clientes, vendas, logística, restauração e alguns lugares de gestão.

E há um perfil de candidato preferido pela IKEA, como explica a diretora de comunicação da empresa ao Diário Económico: “O nosso foco é estudantil, mas também pensamos nas pessoas que saíram do mercado de trabalho e querem voltar a entrar, por exemplo, as mães que estiveram em casa com os filhos”. Ainda assim, Cláudia Domingues ressalva: “Mas, precisamos de pessoas com disponibilidade de horários, para trabalhar até ao fecho da loja e ao fim-de-semana”.  A IKEA segue uma política de recrutamento centrada nos jovens, muitos deles estudantes, que começam por funções operacionais e vão subindo na empresa até chegarem a funções mais no topo.

Cerca de 1.500 pessoas trabalham nas três lojas de Alfragide, Loures e Matosinhos e mais 1.500 na IKEA Industry, em Paços de Ferreira.

Notícia editada