Sociedade

Dois bailarinos portugueses selecionados para um dos mais prestigiados concursos de dança clássica

Dois bailarinos portugueses foram selecionados entre 292 candidatos para participar, em Fevereiro de 2016, na 44.ª edição do Prix de Lausanne, um dos mais importantes concursos de dança clássica a nível mundial, revelaram à Lusa os organizadores da competição.

Margarida Canto e Castro Trigueiros representam respetivamente a Tanz Akademie, em Zurique, e a Escola da Companhia de Dança do Algarve.

No ano passado, o bailarino Miguel Pinheiro, da Escola de Dança do Conservatório Nacional de Lisboa, foi distinguido em Lausanne com o prémio de interpretação de dança contemporânea.

Cinco bailarinos brasileiros - João De Mattos Menegussi, da Tanz Akademie, de Zurique; Marcos Vinicius De Souza Silva, da Escola Superior de dança de Cannes Rosella Hightower; Davi Ramos, do Lyceu Escola de Dança; Carolyne de Freitas Galvão, da Escola Basileu França e Eric Figueiredo Amâncio, da Escola de Dança Fundação Porto Real - também vão concorrer nesta competição que se realizará entre 01 e 06 de fevereiro de 2016.

O Prix de Lausanne 2016 convocou 71 alunos, de 19 países, de entre os 292 candidatos oriundos de 36 países, Em 2014, o diretor da Escola de Dança do Conservatório de Lisboa, Pedro Carneiro, foi convidado para avaliar os candidatos ao longo da semana de competição.

Criado em 1973, o "Prix de Lausanne" é gerido pela "Fondation en Faveur de l'Art Chorégraphique" e destina-se a jovens bailarinos entre os 15 e os 18 anos, em fase final de formação, tendo-se afirmado como um dos mais prestigiados e respeitados concursos de dança a nível mundial, pelo nível de exigência que impõe.

Ao longo de 40 anos, a maioria dos selecionados do "Prix de Lausanne" destacou-se em companhias como a Royal Ballet, o Ballet da Ópera de Paris e da Opera de Zurique, o Nederlands Dans Theater, o New York City Ballet e o Ballet de São Francisco.

Lusa/SOL