Politica

'Perdeu o voto popular, ganhou a ambição de poder', lamenta Nuno Magalhães

Declarando-se 'francamente preocupado com o país', o líder parlamentar do CDS considerou logo após a aprovação da moção de rejeição do programa do XX Governo, e sua subsequente queda, que "hoje é um dia triste para a democracia".

Sem querer antecipar-se ao que o Presidente da República irá agora fazer, Nuno Magalhães sublinhou ainda o facto de o Governo da coligação PSD/CDS ter sido derrubado por uma maioria que "nem sequer tem um acordo, mas sim um papel e uma sede de poder".

sofia.rainho@sol.pt