Internacional

Hollande: França vai intensificar ataques na Síria

François Hollande manteve a dureza nas palavras sobre a reação da França aos ataques de Paris. “Estamos em guerra”, disse, sublinhando que os ataques franceses na Síria serão intensificados e prometendo que o auto-proclamado Estado Islâmico será destruído.

 

Hollande: França vai intensificar ataques na Síria

“A França intensificará os seus ataques à DAECH” anunciou, acrescentando o envio do porta-aviões Charles de Gaulle para o Mediterrâneo, o que “triplicará” a capacidade de ação do país.

O Presidente francês quer ainda encontrar-se com Obama e Putin para concertar uma acção de combate ao grupo terrorista.

Além disso, Hollande anunciou 8500 contratações nas forças policiais em França e revelou que entre as vítimas mortais existem 19 nacionalidades diferentes. 

Apelou ainda a alterações na Constituição para ajudar no combate ao terrorismo: pretende que ao Presidente da República sejam atribuídos poderes especiais para fazer face a "ameaças graves e imediatas", sem necessitar de recorrer ao estado de emergência.

Neste âmbito, apelou à aprovação no Parlamento de uma alteração legislativa à lei de 1955 que o limita a um  máximo de 12 dias - Hollande pretende decretá-lo, logo que possível, por três meses.

Finalmente, o Presidente quer retirar a nacionalidade e “facilitar a expulsão” de indivíduos acusados de terrorismo, desde que tenham outra nacionalidade além da francesa.

andreia.coelho@sol.pt

Os comentários estão desactivados.