Sociedade

Operação policial em Lisboa, Loures e Beja termina com oito detidos

Oito pessoas foram detidas, esta terça-feira, na sequência de várias buscas domiciliárias em várias zonas de Lisboa, Loures e Beja, tendo sido também apreendidas cinco armas de fogo, anunciou fonte da Polícia de Segurança Pública (PSP).

Oito pessoas foram hoje detidas na sequência de várias buscas domiciliárias em várias zonas de Lisboa, Loures e Beja, tendo sido também apreendidas cinco armas de fogo, anunciou  fonte da Polícia de Segurança Pública (PSP).

De acordo com o tenente Resende da Silva, na operação foram apreendidas cinco armas de fogo e duas armas brancas e produto estupefaciente ainda não contabilizado.

Após duas horas de operação, os 32 mandatos de buscas domiciliárias, que tiveram início às 07:00 na Ameixoeira, em Benfica, na Alta de Lisboa, na Amadora, em São Julião do Tojal, todas localidades da região da Grande Lisboa, e em Beja, levaram à detenção de oito pessoas.

Questionado acerca da operação da véspera e daquela realizada hoje estarem relacionadas, Resende da Silva explicou que as mesmas só estão interligadas "na medida em que fazem parte da atividade operacional da PSP no combate à posse de armas ilegais".

Resende da Silva adiantou ainda que as operações não têm relação direta com os ataques terroristas ocorridos na sexta-feira em Paris, que causaram a morte a 129 pessoas, frisando que as mesmas estão inseridas na operação preventiva realizada habitualmente pela PSP.

"Trata-se de uma operação preventiva. Não há relação direta [com ataques em Paris], há relação direta com a atividade permanente da PSP que está sempre no terreno, sempre a realizar operações. Essa é que é a grande garantia. A atividade da PSP existe com intensidade", reiterou.

Na segunda-feira, a PSP realizou também em várias zonas de Lisboa e de Loures buscas domiciliárias sem que tenham sido apreendidas quaisquer armas ou feitas detenções.

Lusa/SOL