Internacional

Polícia australiana alerta para grupo de 'jihadistas' no país

A polícia australiana alertou para a existência de um "pequeno grupo" de 'jihadistas' no país, incluindo menores de idade, capazes de perpetrar atos terroristas na Austrália, informam hoje meios de comunicação locais.

"Não há dúvida de que há um pequeno grupo em Sydney ligado a uma atividade que procura perturbar o estilo de vida australiano", disse Neil Gaughan, chefe da divisão antiterrorismo da polícia federal da Austrália, à televisão ABC.

Neil Gaughan apontou para a existência de um grupo de 19 pessoas, cujas identidades não foram reveladas, sete das quais se encontram na prisão.

Desde 2014, a polícia australiana deteve mais de 30 pessoas acusadas de delitos ligados ao terrorismo.

Em setembro do ano passado, a Austrália elevou o nível de alerta terrorista de "médio" para "alto" pela primeira vez em dez anos.

À luz do sistema australiano, o nível "alto" significa que é "provável" a ocorrência de um atentado terrorista.

Desde então, as autoridades têm levado a cabo uma série de operações antiterrorismo de larga escala, tendo o alarme sido agravado pela partida de mais de uma centena de australianos para o Iraque e para a Síria para combaterem nas fileiras dos 'jihadistas' do autoproclamado Estado Islâmico (EI).

Lusa/SOL