Internacional

Um dos pilotos de avião russo abatido foi capturado por rebeldes sírios

O primeiro-ministro turco, Ahmet Davutoglu, anunciou hoje que vai comunicar à NATO e à ONU ter abatido um caça-bombardeiro russo na fronteira com a Síria.

"Um avião 'Su-24' russo foi abatido (...) porque violou o espaço aéreo turco, apesar dos avisos", disse a presidência turca, citada pela agência noticiosa francesa AFP.

O ministério da Defesa russo indicou que o caça Suhkoi "manteve-se sempre e exclusivamente em espaço aéreo sírio", o qual nunca deixou.

Um dos dois pilotos russos foi capturado por rebeldes sírios, noticiou a cadeia de televisão turca CNN-Turk.

O piloto foi capturado por rebeldes sírios turcomenos que combatem o regime de Bashar al-Assad nas montanhas próximas da fronteira da Turquia, junto à província de Hatay, no sul do país, acrescentou a mesma fonte.

Lusa/SOL