Vida

5 formas de saber que é o momento certo para acabar uma relação

Independentemente de estar com uma pessoa há muito tempo ou há meia dúzia de semanas, sair de uma relação nunca é fácil. Arranjamos desculpas, dizemos a nós próprios que as coisas hão-de melhorar e não encaramos a realidade como ela é.

Gina Barreca, professora e autora de vários livros, fez uma lista para que seja mais fácil essa ‘auto-análise’ e para ver se está mesmo na hora de deixar o seu companheiro:

1. Evita ir para casa: Está no trabalho ou na rua e está apenas a fazer tempo porque não quer ir para casa ter com o seu parceiro? Então talvez esteja na altura de pensar no que realmente quer. A verdade é que gosta mais da ideia da sua relação do que propriamente do relacionamento em si e a imagem que tem do seu parceiro não corresponde à realidade. Essa idealização quebra-se na convivência com a pessoa e por isso evita ir para casa.

2. Tem comportamentos autodestrutivos: Quando está com o seu parceiro, tem mais tendência a ter comportamentos errados e autodestrutivos do que quando está sozinha. Por exemplo, bebe demais, fuma demasiado, tem uma alimentação errada. Isto é, come em excesso ou a menos. Pense se estes comportamentos não irão melhorar se deixar o seu companheiro.

3. Associa o seu relacionamento a algo negativo: Quais são as primeiras palavras que lhe vêm à cabeça quando pensa na sua relação? Se são palavras como medo, instabilidade, dor, perturbação, comportamentos destrutivos, talvez esteja na hora de ‘partir para outra’. Um relacionamento deve estar associado a palavras como felicidade, relaxamento, divertimento, aceitação, generosidade, entre outras. Pondere seriamente se vale a pena continuar com a pessoa ao seu lado.

4. Estabelece objectivos para a sua relação melhorar: Está constantemente a achar que as coisas vão melhorar ‘quando arranjar um emprego melhor’ ou ‘quando se mudar para a casa nova’ ou ‘quando perder peso’ ou ainda ‘quando engravidar’? A probabilidade de isso acontecer é muito baixa. Tem de arranjar coragem, perceber que as coisas não mudam consoante objectivos e encarar a realidade como ela é.

5. Sente-se mais sozinho acompanhado: Como diz o ditado, mais vale só do que mal acompanhado. Mesmo que não queira admitir, sabe que o relacionamento está a chegar a um ponto sem retorno quando se sente mais só na companhia do seu parceiro do que quando está realmente sozinho. Pode ter a sensação que é o pilar daquela pessoa ou mesmo do relacionamento em si e que se partir, tudo se vai desmoronar. Mas isso não pode ser uma desculpa. Tem de fazer o que é melhor para si e vai ver que o seu companheiro, mais tarde ou mais cedo, vai recuperar.