Sociedade

Casa Pia: Manuel Abrantes sai da prisão três dias no Natal

Manuel Abrantes, o antigo provedor--adjunto da Casa Pia que se encontra a cumprir pena na Carregueira no âmbito do processo Casa Pia, vai gozar uma licença precária de três dias, avança a agência Lusa. 

Casa Pia: Manuel Abrantes sai da prisão três dias no Natal

O advogado do arguido, Paulo Sá e Cunha, confirmou à Lusa a autorização da licença precária e espera que esta seja gozada na altura do Natal.

Manuel Abrantes foi condenado em 2010 a cinco anos e nove meses de prisão por dois crimes de abuso sexual de menores.

 

Os comentários estão desactivados.