Politica

TV compensam candidatos inesperados

Debates a quatro e entrevistas na RTP3 tentam dar tempo de antena a Cândido Ferreira, Tino de Rans e Jorge Sequeira, os últimos a formalizar as candidaturas a Belém. Haverá 24 duelos televisivos nas presidenciais.

DR  

Para que todos debatessem com todos, seria preciso fazer 45 debates nas presidenciais. O pesadelo televisivo numas eleições que contam com dez candidatos foi evitado com uma estratégia: debates a quatro com os três últimos que formalizaram as candidaturas, rotativamente com cada um dos três melhor classificados nas sondagens (Marcelo, Nóvoa e Belém).

Mas não é só: para compensar a discrepância de tempo de antena dado a Cândido Ferreira, Jorge Sequeira e Tino de Rans – os últimos a entregar assinaturas no Tribunal Constitucional – a RTP3 vai fazer-lhes uma série de entrevistas para a semana. A primeira será já na segunda-feira ao socialista Cândido Ferreira, seguindo-se, na terça, o candidato calceteiro Tino de Rans e, na quarta, será o psicólogo Sequeira o entrevistado no programa 360.

Televisões protegidas
Apesar das críticas que possam surgir, a verdade é que dificilmente as televisões poderão vir a ser alvo de sanções pelos moldes em que decidiram fazer os debates para as presidenciais. A razão é simples: serão feitos na pré-campanha, altura em que a lei eleitoral dá primazia ao critério editorial de cada órgão de comunicação social.
Começando ontem os debates e terminando no dia 9 – um dia antes do arranque oficial da campanha –, não há qualquer obrigação legal de dar tratamento igual às várias candidaturas.

Já em plena campanha eleitoral, a apenas quatro dias da ida às urnas, a 19, haverá um debate com todos os dez candidatos a Belém, transmitido em simultâneo por RTP, SIC e TVI.

Os canais privilegiaram os três melhor colocados nas sondagens para os debates em canal aberto (só a RTP transmite todos os seus em canal aberto). Marcelo Rebelo de Sousa irá para o ar na SIC com Sampaio da Nóvoa (dia 7) e na TVI com Maria de Belém (dia 8). Nóvoa e Belém confrontam-se na RTP1 (dia 9). O que se prepara é uma maratona de debates: até ao dia 6 serão  três por dia, um por cada canal. E, como referido, nos dias 7, 8 e 9 um por dia.

Hoje, por exemplo, irão para o ar os duelos entre Sampaio da Nóvoa e Henrique Neto (na RTP1), Marisa Matias e Paulo Morais (na TVI24) e Maria de Belém e Edgar Silva (na SIC Notícias).