Sociedade

SIC fecha com Meo

Terminou o braço-de-ferro: a estação e a Meo chegaram a acordo. E a CMTV vai deixar de ser exclusivo da Meo e chega à Nos.

Na reta final de 2015, o grupo Impresa fechou contrato com a PT para os próximos três anos anos, pondo fim ao braço-de-ferro que durava desde o verão. Recorde-se que a PT, dona da Meo, exigia cortes acima dos 30% para continuar a transmitir o conjunto de estações do grupo.

A SIC foi o segundo canal a chegar a acordo com a operadora, depois de a RTP o ter feito em novembro. Os conteúdos dos seis canais de Carnaxide (SIC, SIC Notícias, SIC Radical, SIC K, SIC Mulher e SIC Caras) estão assim assegurados na Meo até dezembro de 2018.  Não foi divulgado o valor global do contrato, sabendo-se apenas que estavam em discussão valores anuais na ordem dos 20 milhões de euros, que incluíam direitos de publicidade naqueles canais e noutros  títulos do grupo Impresa.

Já o canal de informação do grupo Cofina, a CMTV, passará, na próxima semana, a ser emitido na Nos, deixando de ser apenas um exclusivo Meo, que o alberga desde 2013. E a expansão pode ainda não ter terminado: a Vodafone também está interessada. 
M.M.