Economia

Deco quer impôr teto máximo para aumentos da anuidade de cartões

“Em 2023 estaremos a pagar mais de 50 euros por ano para ter um cartão de débito”.

A Associação de Defesa do Consumidor (Deco) quer impôr um teto máximo para aumentos da anuidade de cartões.

Em causa estão as subidas das anuidades dos cartões de débito em três euros na Caixa Geral de Depósitos (CGD) e no Novo Banco.

Um aumento que, no entender da associação, é exagerado, tendo em conta o valor da inflação.

Com a imposição deste teto, os bancos deixam de ter liberdade para aplicar aumentos tão elevados.

De acordo com a Deco, numa perspetiva de futuro, “em 2023, dentro de 15 anos, estaremos a pagar mais de 50 euros por ano para ter um cartão de débito”.