Economia

Crédito à habitação está cada vez mais barato em Portugal

As taxas a três, seis e nove meses chegaram a valores negativos no ano passado e as taxas a um ano poderão seguir o mesmo caminho este ano.

Os portugueses pagaram 2,1% pelos novos créditos à habitação, em Novembro. Trata-se do valor mais baixo de sempre.

A elevada liquidez da banca da zona euro, que afeta também Portugal, está a ser conseguida graças ao programa de compra de ativos do BCE; com mais dinheiro disponível, os bancos não precisam de exigir juros altos como fonte de financiamento e os custos para os clientes caem.

Os dados do décimo primeiro mês do ano passado significam a nona queda mensal consecutiva nos juros do crédito à habitação em Portugal, em linha com o alívio nas Euribor. As taxas a três, seis e nove meses chegaram a valores negativos no ano passado e as taxas a um ano poderão seguir o mesmo caminho este ano.