Opiniao

Carnaval português é sambar à chuva. Sou fã.

O brilho das lantejolas, a sedução da pele nua, o rufo dos tambores, o samba no pé e a chuva na tromba. Quão bonito é o nosso tradicional Carnaval? A emoção brota em rodos à flor da pele e deixa-se envolver num torpor de orgulho patriota ao ver que o que as portuguesas têm em comum com o Stephen Hawking não é a capacidade intelectual, mas sim a jinga para o samba.

E mais que a jinga de Chewbacca, louve-se o estoicismo das intrépidas sambeiras (sambistas? sambódromas?) ao brandir ao frio e à chuva as suas carnes nuas, e tantas vezes fartas e às camadas tal rolo “döner” do Ali Baba Kebab, sem que ninguém tenha tido a hombridade de lhes dizer que em Fevereiro é Verão no Brasil e Inverno em Portugal. É que um agasalho nestas situações podia perfeitamente proteger tanto pneumonias como dignidade. Mas a teoria de Darwin tem que ser continuamente posta à prova e há pneumonias que vêm por bem.

A verdade é que com a elegância de um elefante a fazer patinagem no gelo, as devotas portuguesas da Ivete Sangalo cruzam calçada e alcatrão, contornam marquises e cocó de cão, e por aí vão sambando ao som dos bombeiros voluntários lá da terra, que aprenderam a tocar pandeiro naquele ano em que trabalharam como assadores de picanha no Sabor a Brasil.

E já que se apresentam de plumas, penas e repolhos, as nossas aspirantes a Fáfá de Belém aproveitam para sambar na cara das inimigas que dizem que se está apenas a levar a cabo a mais fajuta e embaraçosa imitação do Carnaval do Brasil. Até porque se fomos nós que descobrimos o Brasil (com a prepotência de dizer isto como se já não lá estivesse gente), o que é deles é nosso e foi por mero acaso que não foi a Amália a celebrizar o xexererexe xexererexe xe xe xe xe Gustavo Lima e você.

Esqueçam os caretos, os cabeçudos e as matrafonas, a tradição agora é o samba à portuguesa e não há Inverno nem vergonha alheia que nos pare.

O Portugalinho da tacanhez, o Portugalinho do “primeiro os nossos”, o Portugalinho do nós somos os maiores mas eles lá foram fazem melhor. O Portugalinho como só ele.

Bom Carnaval e para o ano há mais.

Infelizmente.