Tecnologia

iPhone: tem problemas ou mudou o TouchID? Não actualize

É detentor de um iPhone? O TouchID não funciona corretamente ou já o reparou recentemente? Então esta notícia é para si. 

DR
DR

Há várias semanas que o tema se discute, e sendo Apple, toma outra proporção. Em causa está um daqueles erros irritantes (e quase banais) quando se tenta fazer a atualização do iPhone. Mas há erros, e depois há o erro 53. 

No próprio forum da Apple (discussions.apple.com) existem diversos tópicos sobre o assunto e sempre com algo em comum: não encontram solução. Mais grave ainda é o facto deste erro não constar da lista de erros da Apple, mas ser reconhecido. 

A origem do erro que impede de usar o dispositivo parece ter sido recentemente descoberto, e ocorre somente no iPhone 6, iPhone 6 Plus, iPhone 6S e iPhone 6S Plus. Deve-se ao mau funcionamento do leitor biométrico, vulgo TouchID. A Apple reconheceu as queixas, e lançou atualizações que visavam corrigir os erros na leitura. 

Essas incorretas leituras e mau funcionamento podem despoletar questões de segurança, e a marca resolve-o bloqueando o dispositivo na atualização. Ao instalar a versão do iOS 9, ele 'corre' e examina o dispositivo e se algo não funcionar corretamente, e colocar em causa as novas normas de segurança da marca da maçã... erro.

Pior é quando se procede à reparação do sensor por agentes não autorizados. Após a troca ele funciona, mas o iPhone não pode ser actualizado. Ao que parece, a marca dotou o iPhone com um processador próprio ligado ao TouchID, que permite gravar a impressão de modo independente e inviolável. Ao actualizar para o iOS 9, reiniciará todo o conjunto de segurança e, após ter mudado o leitor biométrico (que não será original), irá originar um erro de leitura no processador. E este despoleta o bloqueio por violação dos parâmetros de segurança. 

Não há solução? Inicialmente a marca aconselhou diferentes resoluções, ou suposições: trocar de cabo USB ou porta USB na atualização, necessidade de desligar o firewall ou proceder à atualização de iTunes. Nada que não fosse vulgar a outro erro. Mas aqui falha completamente, e por muitas voltas que dê, invariavelmente 'não passará da cepa torta'. Diferentes utilizadores de diversos países já reportaram este erro à marca. 

A Apple justifica-se com o esforço, e a sua nova abordagem visando os últimos acontecimentos de quebra de segurança, em proteger a privacidade do cliente. E isso engloba bloquear as reparações não autorizadas nos seus dispositivos. Frisa que a mudança do leitor poderia conceder o acesso a dados pessoais ou compras na AppStore. Mas não seria melhor criar lojas autorizadas. É que a marca não arranja. E não encontra soluções. 

Países como os EUA ou o Reino Unido já ponderam processar a marca. Face aos últimos acontecimentos a marca, e nas últimas informações, pede a todos os utilizadores que se deparem com este erro e estiverem na garantia, se dirigirem a uma loja oficial.