Economia

Programa vistos gold só rendeu 39 milhões de euros em janeiro

O programa vistos gold rendeu 39 milhões de euros em janeiro, ou seja, menos 38,6 milhões de euros do que no mês anterior. Esta queda é resultado da atribuição de 65 autorizações de residência para investimento (ARI), menos um terço face aos 95 concedidos em dezembro.

Por nacionalidades, em janeiro, foram atribuídas autorizações a 46 cidadãos oriundos da China, cinco do Brasil, dois da Rússia e 12 de outros países.

Em 2015 tinham sido atribuídos 766 vistos "gold", cerca de metade face aos 1.526 concedidos em 2014, o melhor ano de sempre deste programa de captação de investimento para Portugal. Em 2013 tinham sido atribuídos 494.

Desde o início do programa, que arrancou em outubro de 2012, foram atribuídas 2.853 autorizações de residência, totalizando um investimento de 1,732 mil milhões de euros, dos quais 1,564 mil milhões (90,2% do total) resultam da compra de bens imóveis.