Economia

Falsificar moeda dá mais anos de prisão

O governo aprovou esta quinta-feira a proposta de lei que aumenta o limite máximo da pena por contrafação de moeda de três para cinco anos.  


Esta alteração contempla ainda a colocação em circulação e a aquisição de notas ou moedas não conformes com os ditames legais.

 A decisão foi anunciada através de comunicado do Conselho de Ministros.