Sociedade

Três condenados por falsificar moeda

O Tribunal São João Novo, Porto, condenou três pessoas a penas entre os quatro e sete anos de prisão por falsificar moeda, “clonar” cartões bancários e usar documentos alheios, informou a Procuradoria-Geral Distrital (PGD) do Porto. 


Na sua página oficial, a PGD refere os arguidos compraram, entre 5 e 10 de outubro de 2014, vários bens, no valor de 1697 euros, através de cartões clonados.