Sociedade

6.500 assinam petição pela eutanásia

O movimento que pede a despenalização e legalização da morte assistida em Portugal partilhou, no domingo, uma petição pública para recolher as 4.000 assinaturas necessárias para levar a discussão à Assembleia da República.

O número foi atingido logo ao fim da tarde de segunda feira e, até agora, já 6.500 cidadãos subscreveram a petição.

João Semedo, um dos animadores do movimento, assegurou  que “a recolha de assinaturas não vai parar”.

“O resultado  confirma que há uma grande preocupação. É finalmente uma manifestação da maturidade da sociedade portuguesa pelas suas escolhas”, considerou.