Economia

Depois da VW é a vez da Mercedes ser investigada nos EUA

Depois da Volkswagen é a vez de a Mercedes estar na mira das investigações norte-americanas. As autoridades já abriram um inquérito preliminar sobre as emissões poluentes de veículos Mercedes-Benz com motores equipados com tecnologia diesel BlueTEC. “Contactámos a Mercedes e pedimos os resultados de testes de motores a diesel nos Estados Unidos”, disse Julia Valentine, porta-voz da Agência para o Ambiente (EPA).

Este pedido surge após ter sido apresentada, em meados de fevereiro, uma ação num tribunal de Illinois contra a filial da Daimler, indicou a porta-voz. A queixa alega que a Mercedes-Benz concebeu um dispositivo específico que permite contornar as normas norte-americanas de poluição quando as temperaturas estão baixas.

No entanto, uma porta-voz do construtor automóvel alemão reiterou que a queixa “não tem fundamento” e indicou que a Mercedes vai defender-se com recurso “a todos os meios legais”, prometendo também continuar a colaborar com as agências nos testes sobre as emissões.

No site da marca, o fabricante apresenta a tecnologia BlueTEC como reduzindo “ao mínimo as emissões de (…) motores diesel ultramodernos permitindo baixar o seu consumo”.