Internacional

Sánchez falha primeira volta da investidura

O líder socialista espanhol Pedro Sánchez não conseguiu apoio suficiente para ser primeiro-ministro, lê-se no El Mundo.

Sánchez conseguiu 130 ‘sim’ (PSOE e Ciudadanos), uma abstenção (deputada da Coligação Canária) e 219 ‘não’ (123 do Partido Popular e 69 do Podemos e aliados).

Nesta primeira votação, Sánchez precisava do apoio de 176 deputados, ou seja, maioria absoluta.

A segunda votação está marcada para sexta-feira, às 19h45. Nessa altura, Sánchez só precisará de maioria simples – mais ‘sim’ do que ‘não’.