Internacional

Drone dos EUA mata 150 na Somália

Mais de 150 pessoas suspeitas de pertencerem ao grupo Al Shabaab morreram na sequência de um ataque aéreo dos Estados Unidos, realizado com recurso a aviões não pilotados. 


A missão, anunciada pelo Pentágono, deveu-se às informações que davam conta da preparação de um “ataque de grande escala” por parte dos militantes islamistas instalados no campo de Raso, a cerca de 100 quilómetros da capital somali.