LifeStyle

Comer chocolate torna-nos mais inteligentes

Já sabíamos que fazia bem ao coração, reduzia o risco de AVC e ajudava a proteger a pele, mas um novo estudo revela outro benefício do chocolate: ajuda-nos a ser mais inteligente.

Um estudo publicado recentemente no jornal Appetite, e citado pelo Washington Post, mostra que as pessoas que comem chocolate pelo menos uma vez por semana revelam melhorias significativas de memória e ao nível do pensamento abstrato.  

Merrill Elias é uma das líderes da investigação e começou a estudar as capacidades cognitivas nos anos 70. Com este estudo, com teve início em 2001, os investigadores perceberam que existe uma forte ligação entre o consumo de chocolate e o funcionamento do córtex cerebral.

Esta boa atividade pode fazer toda a diferença no quotidiano, explica Merrill Elias – “[Ajuda-nos a] lembrar de números de telefone, da lista das compras ou conseguirmos fazer duas coisas ao mesmo tempo, como falar e conduzir em simultâneo”.

Para ter a certeza que o chocolate influenciava o desempenho do cérebro e não o contrário – que as pessoas com uma atividade cerebral bastante desenvolvida tinham um maior desejo de comer chocolate –, os investigadores analisaram voluntários cujas capacidades cognitivas já tinham sido estudadas 18 anos antes. “O nosso estudo indica claramente que não é o funcionamento cerebral que afeta o consume de chocolate, mas sim o contrário”, disse Elias ao Washington Post.