Economia

Wall Street: Trabalhadores receberam 22.700 milhões de bónus

O total de bónus pagos aos corretores e banqueiros de Wall Street voltaram a cair no ano passado, mas ainda assim, o centro financeiro de Nova Iorque continua a apresentar números impressionantes.

Num só dia, os trabalhadores do maior mercado acionista do mundo receberam 22.700 milhões de euros em prémios de desempenho, um valor que representa uma queda de 9% face aos números de 2014 e que ficam consideravelmente abaixo do máximo de sempre.

O que é certo, é que os principais índices de Nova Iorque ficaram praticamente inalterados durante 2015, diminuindo os ganhos dos investidores, as empresas decidiram pagar em média um bónus de 133.132 euros a cada funcionário. No entanto, o valor do ano passado reflete um aumento de 378% nos últimos 30 anos, mas continua abaixo do máximo histórico. 

Recorde-se que, em 2006, dois anos antes do início da mais recente crise financeira mundial com epicentro em Wall Street, os prémios de desempenho tinham atingido o recorde de 173.920 euros por trabalhador.