Internacional

Suu Kyi nomeada para membro do governo na Birmânia

A líder da Líder Nacional para a Democracia (LND) da Birmânia, que não pode assumir a presidência do país devido à Constituição, foi escolhida para integrar o governo, anunciou hoje o Parlamento do país.

DR  

O nome da líder da LND faz parte de uma lista de membros da equipa do governo anunciada ontem por Mann Win Khaing Than, porta-vos do Parlamento.

“Aqui apresento a lista de nomes daqueles que se vão tornar ministros da união, proposta ao parlamento pelo presidente eleito”, avançou o porta-voz. Ainda assim, não foi divulgado qual o cargo que a Prémio Nobel da Paz irá ocupar. Há rumores de que Suu Kyi possa ocupar o cargo de ministra dos Negócios Estrangeiros.

O partido de Suu Kyi foi em novembro, o grande vencedor das eleições legislativas.

Apesar da vitória, Suu Kyi não pode assumir a presidência por ter filhos estrangeiros – de origem britânica – uma vez que a Constituição não o permite.

Na passada semana, Htin Kyaw, um grande amigo da Nobel da Paz, foi eleito presidente birmanês, o primeiro civil a ser eleito em décadas.