Economia

Wells Fargo vai pagar multa 1,2 mil milhões para encerrar processo judicial

O banco californiano Wells Fargo vai pagar uma multa de 1,2 mil milhões de dólares (1,05 mil milhões de euros) para encerrar processos judiciais ligados às suas práticas nos créditos imobiliários.

A instituição financeira que, concede um em cada cinco créditos imobiliários, vem reconhecer ter levado a cabo práticas “abusivas” entre maio de 2001 e dezembro de 2008.

"O Wells Fargo admitiu e reconheceu a sua responsabilidade por ter garantido ao Departamento de Urbanismo e Habitação, durante o período de maio de 2001 a dezembro de 2008, que certos créditos imobiliários hipotecários eram elegíveis para beneficiarem da garantia dada pela Agência Federal da Habitação (FHA, na sigla em Inglês), quando não era de facto o caso. O que forçou o governo federal a ter de indemnizar a FHA quando alguns dos seus créditos não foram reembolsados", explicou o departamento de justiça norte-americano.

Este acordo vem permitir, no entender da instituição financeira, "colocar para trás das costas este assunto", adiantando que já tinha constituído provisões para absorver esta penalização.