Desporto

Ronaldo continua atrás de... Messi

O português Cristiano Ronaldo registou em 2015 o maior aumento de rendimento, chegando aos 67,4 milhões de euros, valor que o mantém como segundo futebolista mais bem pago do mundo, só atrás do argentino Lionel Messi, do Barcelona.

Na lista da revista France Football e divulgada pela AFP, o jogador do Real Madrid obteve um crescimento de 13,4 milhões de euros, aproximando-o de Messi, com 74 milhões de euros, que viu a receita aumentada em nove milhões de euros.

O terceiro da lista é o mesmo pela terceira época consecutiva: o brasileiro Neymar (também do Barcelona), que aumentou de 36,5 para 43,5 milhões de euros, enquanto nos treinadores, José Mourinho, continua a ser, por larga margem, o primeiro, com 24 milhões de euros, à frente do espanhol Pep Guardiola (Bayern de Munique) e do italiano Fabio Capello, atualmente sem clube depois de abandonar a seleção russa.

A avaliação compreende remunerações brutas (antes impostos e taxas sociais), prémios de jogo e de assinatura e contratos de publicidade, marcada esta época por um domínio francês, com 14 futebolistas a figurarem no top-20.

Na lista também faz parte o argentino Di María, do PSG, a entrar diretamente para a liderança em França, com 24 milhões de euros, mais um milhão que o sueco Zlatan Ibrahimovic e o brasileiro Thiago Silva, ambos da formação de Paris.