Sociedade

GNR e PSP detêm 104 pessoas

Só em 12 horas – entre as 20h00 de sábado e as 8 da manhã de domingo –, a GNR deteve 54 pessoas. As detenções foram efetuadas no âmbito de várias operações de fiscalização rodoviária e prevenção à criminalidade violenta.

DR  

Segundo a autoridade informou em comunicado,  68 detenções doram efetuadas por condução sob efeito de álcool e cinco por condução sem habilitação legal para o fazer. Foram detidas outras duas pessoas por posse de arma proibida.

Para além destas detenções, a GNR detetou, durante as operações de fiscalização, 416 infrações. A maioria das infrações prenderam-se com casos de excesso de velocidade – 241 –, mas estas não foram as únicas situações detetadas. 78 pessoas foram apanhadas por conduzir sob efeito de álcool, 37 conduziam viaturas sem inspeção periódica obrigatória atualizada e foram ainda detetados 22 condutores por não usar (ou estarem a fazê-lo de forma incorreta) cintos de segurança.

Nas mesmas doze horas, foram ainda sinalizados 16 pessoas a utilizar o telemóvel enquanto guiavam, dez sem seguro de responsabilidade civil. As autoridades registaram ainda sete infrações relacionadas com tacógrafos (aparelhos instalados em veículos de transporte rodoviário que permitem registar o tempo de trabalho e descanso dos condutores).

Durante o tempo da fiscalização, registaram-se dois acidentes que resultaram num morto,  cinco feridos leves e um ferido grave e foram apreendidas duas armas de fogo, haxixe e dinheiro.

Também a PSP começou o fim de semana com diversas operações, “com especial enfoque nos concelhos de Lisboa, Oeiras, Loures e Sintra”. Entre sexta feira e sábado, a autoridade efetuou várias ações onde estiveram envolvidos agentes de todas as subunidades do Comando Metropolitano de Lisboa.

“Destas operações [que duraram cerca de 24 horas], resultaram detenções, buscas domiciliárias e não domiciliárias e a apreensão de produto estupefaciente” informou a PSP em comunicado.

Ao todo, foram detidas 60 pessoas. “No período referido a PSP de Lisboa efetuou 60 detenções, sendo 19 por condução sob a influência do álcool, nove por tráfico de estupefacientes, cinco por roubo, um por furto, oito por falta de habilitação legal para conduzir, três por resistência e coação sobre funcionário, cinco por mandados de detenção e 10 por outros crimes”, esclareceu a autoridade.