Desporto

Campeã mundial de snowboard morre em avalanche

    

Estelle Balet ficou presa ontem de manhã enquanto filmava um anúncio em Orsieres, perto da fronteira suíça com França e Itália. A campeã mundial de freeride seguia outro snowboarder, que conseguiu escapar à avalanche. A polícia do estado de Valais disse em comunicado que os socorristas conseguiram resgatar já sem vida o corpo de Balet, que usava um aparelho que deteta avalanches, um DVA, sigla para detetor de vítimas de avalanches, que emite um sinal de rádio para facilitar a localização e estava equipada com airbag e capacete. “Apesar da tentativa de a ressuscitar, acabou por morrer no local do acidente”, conta o relatório.

Vai ser aberto um inquérito para esclarecer a causa precisa do acidente mas sabe-se, no entanto, que a suíça de 21 anos atravessou um corredor entre duas montanhas e uma avalanche, que deslizaria cerca de um quilómetro, desprendeu-se e acabou por apanhar a exepriente atleta.

Balet cresceu precisamente em Valais, onde praticava snowboard desde muito nova, e tinha conquistado o título mundial Freeride World Tour (FWT) há apenas duas semanas, no início de abril, em Verbier, também na Suíça. Foi o segundo título mundial seguido de Balet, que também tinha sido campeã em 2015. “É uma tristeza muito grande, um sentimento amargo, e sobretudo de solidariedade para com a sua família. O que isto nos lembra é que até bem preparados a prática do freeride na montanha tem o seu risco”, afirmou o fundador da FWT, Nicolas Hale-Woods.

A atleta era perita em freeriding, um estilo de snowboarding que se pratica fora das pistas marcadas, sem curso predefinido, com saltos, rails, half-pipes e outras habilidades inerentes à modalidade, e que é considerada mais perigosa que a prática normal. “Estelle Balet era uma estrela naturalmente dotada e tinha um talento especial que rapidamente se tornou um nome incontornável do freeride, quando levou para casa mais um título mundial há apenas umas semanas”, disse a Freeride World Tour em comunicado.

Há dois dias, Balet tinha colocado uma imagem dos Alpes na sua página de Facebook. E acompanhava: “Está incrível para fazer snowboard com uma vista destas! Mal posso esperar para voltar a filmar para a semana”. O projeto chamava-se “Exploring the Known (Explorar o conhecido).”