Internacional

Supremo rejeita encurtar mandato de Maduro

O Supremo Tribunal da Venezuela avisou ontem que o mandato do presidente Nicolas Maduro não pode ser encurtado, rejeitando assim a pretensão da oposição de rever a Constituição.

O Supremo Tribunal da Venezuela avisou ontem que o mandato do presidente Nicolas Maduro não pode ser encurtado, rejeitando assim a pretensão da oposição de rever a Constituição.

O tribunal considerou a iniciativa uma “fraude”, mas houve quem não gostasse. “A emenda não é uma fraude constitucional. Fraude constitucional são vocês”, escreveu nas redes sociais o presidente da Assembleia Nacional.