Economia

Secretário de Estado do Tesouro: “Governo anterior adiou toda e qualquer solução para o Banif”

O secretário de Estado do Tesouro acusou hoje o anterior governo de não ter acompanhado devidamente a gestão do Banif depois de ter injetado capitais públicos na instituição. Na comissão de inquérito no Parlamento, Ricardo Mourinho Félix  criticou ainda a antiga ministra das Finanças por ter adiado “toda e qualquer solução para o Banif”.

“Houve falta de acompanhamento do banco. Não há relatórios de acompanhamento do banco, que só começaram a aparecer em 2015”, disse o governante, numa referência ao trabalho feito pelo anterior governo.

Mourinho Félix lembrou os oito planos de reestruturação “sistematicamente rejeitados2 pela Comissão Europeia, o que justificou com a “falta de entendimento” entre o ministério de Maria Luís Albuquerque e a Direcção Geral da Concorrência Europeia (Dgcomp). “A DGCom pedia um novo plano, mas o governo entregava uma revisão do anterior”.

Para o secretário de Estado, o Governo anterior fez “arrrastar” uma solução porque “qualquer decisão teria custos polítcios que o governo não quis ter”. E os ataques ao PSD continuaram, especificamente a Maria Luís Albuquerque.