Vida

Multa leva Bárbara Norton de Matos e Carlos Carreira a trocarem acusações no Facebook

A atriz Bárbara Norton de Matos usou a sua página no Facebook para mostrar a sua indignação perante a atitude de um polícia, que a multou na passada terça-feira, em Cascais. O presidente da Câmara da vila, Carlos Carreiras, usou a mesma rede social para responder.

Segundo o relato da atriz, tudo aconteceu à porta da escola da sua filha. “Estacionar à frente da escola onde levo a minha filha diariamente, grávida de quase 9 meses, a uma semana de dar à luz, fui comprar uma garrafa de água no café em frente onde estive poucos minutos e a ver o carro, quando observei a chegada do carro da polícia municipal de Cascais. Saí do café o mais apressadamente que o meu estado atual permite, quando vi um polícia acercar-se do meu automóvel mas cheguei atrasada e os meus argumentos de nada valeram. Indiferença e ar de gozo a passar a multa”, lê-se na legenda de uma fotografia que mostra o polícia a passar a multa.

Vários utilizadores apoiaram a atriz, mas o presidente da Câmara de Cascais decidiu publicar um texto no Facebook, caracterizando-o como sendo "a verdadeira história" face à "notícia caluniosa."

Carlos Carreiras começa por afirmar que "a intervenção policial insere-se na resposta às múltiplas reclamações que nos chegam relativamente ao estacionamento abusivo em frente às escolas" e que "neste caso em concreto", o carro de Bárbara Norton de Matos "encontrava-se estacionado, sem ninguém no seu interior, num local destinado em exclusivo à paragem de veículos de transporte de crianças."

“Após o Agente da Polícia Municipal ter iniciado o preenchimento da informação de contraordenação (vulgo Corpo de Auto), que como se sabe é numerado e não pode ser arquivado sem decisão expressa da ANSR sob pena de responsabilidade criminal, aproximou-se a condutora da referida viatura proveniente de um café nas imediações, a qual estava acompanhada pelo seu pai. Este, de imediato, dirigiu-se ao Agente da Polícia Municipal em modos agressivos e impróprios, tendo-lhe mesmo chamado ladrão. De seguida, sem prévio consentimento, fotografou o Agente em pleno exercício das suas funções enquanto dizia “Já está! Vai já para o Facebook!”. Após o aviso da contraordenação ter sido colocado no para-brisas da viatura, o pai da condutora retirou-o desse lugar e, ostensivamente, rasgou-o em vários pedaços, tudo isto na presença de várias pessoas, entre as quais Agentes da PSP pertencentes à Esquadra de Investigação Criminal e o motorista do miniautocarro que aguardava para estacionar no lugar reservado a esses veículos, ocupado pelo veículo em infração”, escreveu o autarca.

Carreiras afirma que, “face ao estado de exaltação do pai da condutora”, o polícia optou por não reagir às provocações. “Isto foi o que se passou. E é muito penoso que os nossos Agentes se vejam ofendidos e vilipendiados na praça pública simplesmente por cumprirem as suas obrigações funcionais, sendo injustamente acusados por factos desonrosos que de facto não cometeram, especialmente quando se encontram numa situação em que lhes não é possível defenderem a sua honra e dignidade. Acresce de que há testemunhas de que a condutora e o seu pai se encontravam calmamente dentro do café e foram alertados pela situação que estavam a provocar no exterior e continuaram a assistir calmamente até que apareceu o Agente da Policia Municipal. Cada cidadã, ou cidadão, não têm mais direitos ou menos obrigações, caso tenham mais ou menos notoriedade publica por via das suas profissões. Nenhuma cidadã, ou cidadão, seja qual for a sua profissão não têm o direito de desqualificarem, ou desconsiderarem qualquer outra cidadã, ou cidadão”, concluiu.

Entretanto, o namorado de Bárbara Norton de Matos, Ricardo Areias, também já reagiu através do Facebook.