Economia

Ministro da Economia desvaloriza a subida da taxa de desemprego

O ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, desvalorizou esta quarta-feira a subida da taxa de desemprego no primeiro trimestre.

 “O que aconteceu foi, de facto, continuar a haver uma descida do desemprego face ao ano anterior e há dados que são normais face ao que são os valores sazonais, face ao período do Natal”, afirmou o ministro à margem de um seminário que decorreu no Porto.

Apesar de admitir que Portugal ainda tem uma taxa demasiado elevada, Caldeira Cabral salientou que “há menos 72 mil desempregados”.

O desemprego “continua a descer, mas a um ritmo mais lento que o desejável e penso que é preciso acelerar a descida do desemprego, é preciso criar mais emprego e empregos de qualidade e estáveis e isso só se consegue com mais investimento e crescimento económico”, acrescentou.

Os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE) indicam que a taxa de desemprego subiu 0,2 pontos percentuais para 12,4% no primeiro trimestre deste ano face ao anterior, ficando 1,3 pontos percentuais abaixo do trimestre homólogo de 2015.