Internacional

30 crianças violadas por funcionário de campo de refugiados na Turquia

Pelo menos 30 crianças foram vítimas de abusos sexuais por parte de um funcionário de um campo de refugiados na Turquia. A notícia, que foi avançada pelo jornal "BirGun", avança que as crianças terão idades entre os oito e os 12 anos.

Os abusos, que aconteceram no campo de refugiados de Nizip, em Gaziantep, tiveram a duração de três meses, tendo começado em setembro de 2015.

Presente a tribunal, o violador confessou que atraía as crianças com dinheiro pagando de duas a cinco libras turcas, o correspondente a 0,60 centimos a 1,5 euros.

As suspeitas recairam sob o agressor, identificado como E.E, por ter sido visto várias vezes a levar as crianças para zonas do campo de refugiados onde não havia câmaras de vigilância.

Neste acampamento vivem cerca de 5 mil refugiados sírios, dois mil são crianças.