Politica

35 horas adiadas

Já não será esta sexta-feira que se fará a votação final global do diploma para repor a semana de 35 horas na Função Pública.

A notícia está a ser avançada pelo Jornal de Negócios, que diz que a votação foi adiada uma semana.

Segundo o jornal, a votação deverá ocorrer a 1 de Junho.

O adiamento terá sido feito a pedido do PS, mas ainda não há explicações sobre o motivo desta alteração.

Apesar de quererem que as 35 horas fossem alargadas a todos os trabalhadores , BE e PCP já tinham feito saber que não levantariam problemas à aprovação da proposta do PS para repor este horário laboral apenas aos funcionários públicos em funções públicas.

De fora ficariam os trabalhadores do Estado com contrato individual de trabalho que nunca tiveram 35 horas de trabalho.

A medida tem causado polémica por causa do aumento de despesa que deverá ser necessário fazer pelo menos na Saúde para garantir os turnos de trabalho.

Mas até agora António Costa tem reforçar a garantia de que o novo horário é para entrar em vigor a 1 de Julho deste ano.