Economia

Bolsa. Valor do BCP cai para mínimo histórico

Ações do banco desvalorizam mais de 10% na sessão desta quarta-feira.

O valor do BCP em bolsa caiu para mínimos históricos, depois de perder mais 10% na sessão desta quarta-feira.

As ações do banco encerraram a sessão a perder 10,78% para 2,73 cêntimos, igualando assim o mínimo histórico registado em junho de 2012.

Este resultado ocorreu no mesmo dia em que o Negócios noticiou que as acções do banco presidido por Nuno Amado foram afastadas do MSCI Global, o principal índice de ações, passando a estar no índice das pequenas capitalizações, depois da revisão semestral.

Outra questão que também contribuiu para esta desvalorização foi o facto do Goldman Sachs ter incluido o BCP na lista dos bancos europeis mais vulneráveis. Uma avaliação que surgiu na sequência do aumento de capital do Banco Popular que provocou uma derrocada das ações do banco espanhol.

As notícias de que o BCP se está a preparar para avançar com uma proposta firme para comprar o Novo Banco, que está a ser vendido pelo Fundo de Resolução, também contribuiram para a quebra das ações do banco.