Vida

Professora que manteve relações sexuais com aluno de 13 anos enfrenta pena de 99 anos de prisão

Uma professora norte-americana acusada de ter abusado sexualmente de um aluno de 13 anos enfrenta uma pena máxima de prisão de 99 anos, revela o canal ABC.

DR  

A mulher mantinha “sessões diárias de sexo” com o rapaz, de quem chegou a engravidar. "Ele apalpava-a na escola. Estavam sempre agarrados e toda a gente via. Claro que todos falavam sobre o caso", conta uma colega do menino.

De acordo com os meios de comunicação norte-americanos, a relação entre a professora da escola de Stovall Middle, no Texas, e o aluno começou quando este faltou às aulas e a docente enviou-lhe uma mensagem via Instagram para que pudessem falar. Começaram a trocar mensagens e, segundo a professora, foi a criança que pediu para que se encontrassem fora da escola.

Os pais do menos deixavam-no passar a noite em casa da docente, desde que esta o deixasse à porta de casa a horas de apanhar o autocarro para a escola.

A mulher, que já era procurada por abuso sexual continuado de um menor, entregou-se às autoridades e foi libertada após o pagamento de uma caução de 89 mil dólares. Disse às autoridades ter engravidado do rapaz, mas tomou a decisão de abortar depois de a Comissão de Proteção de Menores o ter questionado sobre o assunto.

Vizinhos da professora afirmam que a mulher abusou de outras crianças daquela localidade ao longo dos anos.