Internacional

Equipa de investigação criminal divulga fragmento de míssil encontrado no local da queda do voo MH17

A imagem do fragmento de um míssil encontrado no local da queda do voo MH17 da Malaysia Airlines que se despenhou em julho de 2014 no leste da Ucrânia foi divulgada pela equipa responsável pela investigação criminal do incidente, lê-se hoje no site Noticias ao Minuto.

DR  

Citado pela agência Lusa, o portal noticioso holandês DutchNews avança hoje que a imagem, divulgada pela equipa liderada pelo Ministério Público holandês, mostra o pulverizador de um míssil terra-ar BUK, de fabrico russo.

Depois do Departamento de Segurança da Holanda, responsável pelo inquérito à queda do MH17, ter concluído em outubro de 2015 que um míssil BUK modelo 9N314M tinha sido o responsável pela queda do aparelho, a equipa de investigação criminal tenta agora identificar o local exato de lançamento do mesmo a fim de levar os responsáveis à justiça.

Segundo o relatório apresentado, o voo MH17 da Malaysia Airlines, que fazia a viagem entre Amesterdão (Holanda) e Kuala Lumpur (Malásia), foi atingido por um míssil deste tipo quando sobrevoava o leste da Ucrânia, provocando a morte dos 298 ocupantes do aparelho.

O Noticias ao Minuto acrescenta ainda que, apesar dos resultados apresentados pelas equipas de investigação, a Rússia continua a recusar qualquer tipo de envolvimento no incidente e rejeita qualquer tipo de acusação que seja feita aos separatistas pró-russos que se encontram nesta zona da Ucrânia.